Início Notícias Agência nbs lança o estudo “Novo Padrão” e garante que o Covid-19...

Agência nbs lança o estudo “Novo Padrão” e garante que o Covid-19 já mudou a sociedade

Não é preciso pensar na vida pós-pandemia, porque as mudanças já estão acontecendo e são irreversíveis. Trabalho aponta 12 novas tendências da sociedade e está disponível para download.

868
0

O mundo não vai voltar ao normal depois da Pandemia. E nunca mais será o mesmo. Dentro de um cenário ainda incerto, a agência de publicidade nbs está publicando um estudo chamado “Novo Padrão”. Seremos diferentes. E não precisamos falar na vida pós-pandemia, porque as mudanças já aconteceram e estão, diariamente, impactando a vida em grandes proporções. A tendência é que o altruísmo ganhe ainda mais peso e valor, levando em consideração que a coletividade e a colaboração entre as pessoas é um elo forte de luta contra um inimigo comum a todos.

– Recebemos muitos documentos sobre o impacto da pandemia como algo temporário, tem gente esperando isso tudo passar para entender o que será o novo normal. E isso não vai acontecer. Já estamos com comportamentos adquiridos e irreversíveis. É o que estamos chamando de novo padrão. E não é o próximo passo, é o agora – enfatiza Bruno Altieri, diretor de Estratégia da nbs.

O documento elaborado pelo time da agência aponta 12 tendências, que foram identificadas com a curadoria de estudos secundários e confirmadas através de social listening. Algumas das mudanças identificadas levariam muito tempo para acontecer, mas foram “aceleradas” pela crise global promovida pelo Covid-19.

– Identificamos, por exemplo, uma aproximação forçada entre as pessoas da mesma família, os mais jovens ensinando tecnologia para os mais velhos e até a inclusão bancária da população por conta do auxílio emergencial – explica Bruno.

O estudo mapeou os novos compartamentos e dividiu em 12 categorias: Mundo com menos contato; Consumismo revisitado; Novas formas de trabalho; Ensino híbrido; Live com proximidade; Emergência digital; E-commerce e Delivery First; “Adulting”novos papéis; Family First; Visibilidade e Tech após os 60; Fuga do Burnout; e Digitalização da comunicação governamental.

A conclusão do estudo, que está disponível para download nas redes sociais da agência, é de que ainda não se sabe se o mundo será melhor ou pior, mas certamente ele será diferente. E que não faz sentido falar em mundo pós- quarentena, porque a vida já está sendo impactada em grandes proporções.

– Somos uma agência, fizemos esse trabalho com foco nas marcas. Mas ele serve para muitos outros setores. Definitivamente, é hora de se movimentar. As tendências estão acontecendo e já podemos agir, mesmo sem termos a clareza de “por quanto tempo vai durar” ou “como ficará o mundo depois” – finaliza Bruno Altieri, um dos responsáveis pelo estudo.

Artigo anteriorB2W Marketplace promove semana de lives voltada ao desenvolvimento profissional de microempreendedores individuais
Próximo artigoPresidente da XP Investimentos, Guilherme Benchimol participa de live com fundadores da RJ Investimentos hoje, às 12h
Editor Executivo do Portal CidadeMarketing.com.br > Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui MBA Executivo em Administração com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro. Consultor, Palestrante e Pesquisador sobre Empreendedorismo, Marketing, Redes Sociais e Negócios Digitais. Professor, Palestrante TedxTalks e Campus Party.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui