Início Notícias Claro e Instituto Claro firmam parceira com a CUFA para auxiliar famílias...

Claro e Instituto Claro firmam parceira com a CUFA para auxiliar famílias carentes durante a pandemia do novo Coronavírus

344
0
Divulgação

Pensando em reduzir os impactos da pandemia do novo Coronavírus na população mais vulnerável, a Claro e o Instituto Claro firmaram uma parceria com a CUFA (Central Única das Favelas) para auxiliar famílias de todo o Brasil na luta contra a disseminação do vírus no país.

A iniciativa busca arrecadar recursos financeiros para o “Mães da Favela”, projeto de cunho social que visa amenizar os impactos da Covid-19 na vida de mães que sustentam seus lares dentro das favelas brasileiras. O projeto vai disponibilizar uma ajuda de custo mensal de R$ 120, durante dois meses, para mulheres afetadas pelo corte de renda devido a mudança de rotina gerada pela crise. A expectativa é que ação possa atender até 10.000 famílias.

“Trazer esse tipo de ação para dentro das favelas de todo o Brasil é de extrema importância na construção de uma sociedade mais justa e engajada, valorizando assim o papel fundamental que as mães possuem dentro de suas residências. Somos todos parte da solução, pois, juntos, nos tornamos mais fortes, solidários e com um olhar diferente para com o próximo”, afirma Daniely Gomiero, diretora de Responsabilidade Social Corporativa da Claro e vice-presidente de Projetos do Instituto Claro.

Essa iniciativa faz parte do programa Conexão Voluntária, que tem como principal objetivo dar visibilidade ao que as instituições sociais precisam, criando assim um espaço de engajamento e disponibilidade dos colaboradores, familiares, amigos e clientes da Claro para contribuir com essas causas de maneira presencial ou a distância. Para doar e saber mais sobre a iniciativa, acesse: https://www.maesdafavela.com.br/claro

Ações da Claro contra o Coronavírus

Desde 14 de março, a Claro tem adotado uma série de medidas para auxiliar a população durante a pandemia do Coronavírus. Entre essas ações estão a liberação de sua rede de Wi-Fi disponível em locais públicos, inclusive para quem não é cliente da operadora. Para se conectar, o usuário precisa apenas aceitar a exibição dos vídeos de prevenção ao vírus disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Já para clientes pré-pago de celular que consumirem toda a sua franquia de dados, será disponibilizado um bônus diário de 100MB para continuar navegando. A mecânica para liberar o acesso é a mesma do Wi-Fi: assistir conteúdo disponibilizado do Ministério da Saúde.

A operadora também disponibilizou aos seus clientes, sem custo ou desconto na franquia de Internet do plano, o aplicativo Coronavírus SUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Disponível para Android e IOS, o app oferece informações de utilidade pública, dicas de prevenção e um mapa dos postos públicos de saúde mais próximos.

Além disso, a Claro também liberou canais de TV por assinatura para todos os clientes, sendo de entretenimento ou jornalísticos, fazendo com que a população se mantenha informada e conectada durante a quarentena.

Saiba mais sobre as ações em https://www.claro.com.br/coronavirus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui