Início Notícias Foodtech cria fundo emergencial de suporte à pesquisa científica sobre o Covid-19

Foodtech cria fundo emergencial de suporte à pesquisa científica sobre o Covid-19

Foodtech brasileira se volta ao futuro que quer ver no país e abre Fundo Emergencial de apoio aos estudantes envolvidos em pesquisas científicas sobre novo Coronavírus;

403
0
Divulgação

Voltado à pandemia de Coronavírus, o mundo busca diferentes formas de combatê-la diretamente ou amenizar seus impactos na sociedade. Uma das frentes mais relevantes é a ciência, que busca respostas como uma possível vacina, um remédio que ajude na recuperação da doença, entre outras. No Brasil, pesquisadores à frente desses estudos já não dão conta sozinhos da demanda e tem convocado alunos de doutorado de diversos programas de pesquisa científica em universidades públicas para ajudá-los. 

Diante de um cenário em que muitos desses estudantes ainda estão sem definição de bolsa de estudo pelas instituições fomentadoras, a Fazenda Futuro abre um fundo emergencial para suporte aos pesquisadores científicos. A primeira foodtech brasileira a desenvolver e produzir carne à base de plantas com o mesmo gosto, textura e suculência da carne animal, tem em seu DNA o propósito de mudar o mundo através de inovação e tecnologia.

A empresa, que se preparava para o lançamento da primeira linguiça frescal à base de plantas no Brasil, decidiu reverter a verba de marketing para a criação desse fundo emergencial, no valor de R$ 100 mil. “Neste momento, entendemos que há algo muito maior e prioritário no direcionamento dos nossos investimentos em marketing. Nossa marca já tem em sua essência um chamado para que as pessoas repensem um hábito alimentar que causa impactos diretos à sustentabilidade do planeta, que é o consumo de carne de origem animal. Aqui dentro dizemos que o futuro é agora, mas para que ele realmente seja universal, precisamos nos movimentar”, reforça Marcos Leta, fundador da Fazenda Futuro.

Qualquer aluno matriculado em um programa de pesquisa de doutorado, focado no coronavírus, em uma universidade pública, e que esteja à espera da liberação de uma bolsa de estudos, poderá pleitear o suporte. A solicitação poderá ser feita pelo email [email protected]

Sobre a Fazenda Futuro

Lançada em abril de 2019, a Fazenda Futuro é a primeira foodtech brasileira voltada à produção de carne vegetal sem nada origem animal, mas com um grande diferencial: a carne tem o mesmo gosto, textura e suculência de carne bovina. Futuro Burger, Carne Moída e Almôndega usam em suas bases de ingredientes proteína de ervilha, proteína isolada de soja e de grão de bico, além de beterraba para imitar a cor e o sangue da carne, tudo sem glúten, sem transgênicos e, claro, sem boi.

Acompanhe a Fazenda Futuro:

www.fazendafuturo.io 

@fazendafuturo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui