Início Notícias Digital Sucrilhos® lança plataforma digital que incentiva as crianças a brincarem no mundo...

Sucrilhos® lança plataforma digital que incentiva as crianças a brincarem no mundo fora das telas

38
0

O aplicativo Sucrilhos® tem com sua nova campanha “Reinvente o Jogo” o objetivo de estimular as crianças a recriar os seus jogos favoritos usando a imaginação

Um estudo recente da Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que crianças de até 4 anos devem passar, no máximo, uma hora em frente às telas. Crianças um pouco maiores também precisam de limites. Com o objetivo de auxiliar pais e mães nessa tarefa e incentivar os pequenos a usar a imaginação e qualquer espaço disponível para criar jogos, brincadeiras e esportes, o Sucrilhos® desenvolveu a plataforma digital “Reinvente o Jogo”.

Esta disponível para download nas lojas online da Apple e do Google, até o mês de dezembro, o aplicativo conta com atividades, desafios e informações que estimulam o uso da criatividade e ajudam as crianças a recriar os seus esportes favoritos. Além disso, as embalagens de Sucrilhos® contam com uma roleta que interage com o aplicativo.

“Reinvente o Jogo, de Sucrilhos®”, é, além de uma plataforma digital, uma campanha que convida as crianças a sair do ambiente online, mostrando que é possível transformar qualquer objeto e qualquer local em jogos, brincadeiras e esportes, basta usar energia, criatividade e imaginação”, afirma Damian Pirichinsky, diretor de Marketing Mercosul da Kellogg®.

Para engajar ainda mais os consumidores, os influenciadores Felipe Castanhari, Gusta e Pyong, foram convocados para desafiar Teddy e Malena – youtubers especializados em jogos online – a saírem da frente das telas e reinventar seus jogos favoritos. Além disso, a marca irá realizar ativações nos principais mercados do país, com materiais interativos estimulando a prática de esportes.

“É notável a mudança de comportamento das crianças, que estão cada vez mais utilizando o tempo livre para atividades em streaming. O nosso objetivo é incentivar que o tempo deles na frente das telas seja menor, e proporcionar uma experiência que utilize o celular apenas como um guia para a criação e desenvolvimento de uma atividade off-line. Queremos estimular que as crianças recriem brincadeiras e esportes que as permitam gastar energia acumulada sem precisar sair de casa, por exemplo, e ainda ajudar no seu desenvolvimento físico e mental “, revela Damian.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here