Início Notícias Digital Drauzio Varella apresenta segunda temporada de série sobre saúde pública no Youtube

Drauzio Varella apresenta segunda temporada de série sobre saúde pública no Youtube

85
0
Reprodução

Estreou ontem, 21, a segunda temporada da websérie “O Sistema, um retrato da saúde no Brasil”. Com minidocumentários produzidos pela Prodigo Films, em parceria com a Uzumaki e o Drauzio Varella, a série retrata a saúde pública no Brasil. Serão cinco episódios, que irão ao ar semanalmente no canal de Drauzio Varella no YouTube.

A primeira temporada, composta por dois episódios, com 100 mil visualizações, está disponível no YouTube. Este projeto foi idealizado com intuito de prover conteúdo de qualidade e gratuito para internet, contribuindo para discussão sobre o sistema de saúde no Brasil. A segunda temporada, dando continuidade a esse propósito, traz também assuntos urgentes e importantes, como obesidade, planejamento familiar e uso do crack.

A produção executiva é de Beto Gauss e a direção de conteúdo é de Giuliano Cedroni, da Prodigo Films. Roteiro de Morris Kachani. A direção é de Jefferson Gorgulho. A websérie é patrocinada pela Qualicorp.

 

Sobre os episódios:
1 – O SUS, por Drauzio Varella
O Sistema Único de Saúde (SUS) foi instaurado com a Constituição de 1988 e tem sido uma das mais importantes políticas públicas no Brasil de inclusão social. Este episódio analisa do funcionamento da estrutura que ainda tem muito a melhorar, com desafios como filas para agendamento e realização de exames, falta de recursos e precarização do trabalho. Assim como aborda os acertos e projetos positivos do mais ambicioso programa de saúde mundial.
Estreia: 21/11
2- Xeque-Mate – uma criança na cracolândia
Dr. Drauzio acompanha a rotina vulnerável e perigosa de Keiti Cristina, usuária de crack, que vive ao redor da cracolândia e de um dos seus 14 filhos, Kauê, 9 anos, que já passou por três abrigos. O sonho de mudança de vida de Kauê nos leva a refletir sobre os riscos de uma infância exposta a este ambiente, e quais as possíveis políticas públicas de saúde para atender mães usuárias de crack e seus filhos.
Estreia: 28/11
3 – O crack na gravidez
A normalidade do consumo de crack durante a gravidez em lugares de risco leva Dr. Drauzio à acompanhar o pré-natal de Ana Valéria no SUS, que tem atendimento igualitário para usuárias, apresentando a dificuldade de mulheres com esse perfil a lidarem com a gravidez e a resistência aos métodos contraceptivos.
Estreia: 5/12
4 – O país do sobrepeso
Atualmente, temos mais obesos que subnutridos no Brasil. O processo de subnutrição foi substituído por má nutrição. Os riscos de saúde começam no sobrepeso, que é negligenciado e atinge mais da metade dos brasileiros (54%), e que, normalmente, leva à obesidade.
E a obesidade, por sua vez, leva a problemas graves de saúde como diabetes, reumatismo, hipertensão, distúrbios venosos e câncer (em especial, colorretal e pâncreas). Como o tema da obesidade e sobrepeso impacta sobre o SUS atualmente?
Estreia: 12/12
5 – Precisamos de planejamento familiar
Em 1996, foi aprovada pelo Congresso Nacional uma lei que estabelece às instâncias gestoras do Sistema Único de Saúde (SUS) a obrigatoriedade de garantir à população, em toda a sua rede de serviços, assistência à concepção e contracepção como parte integrante de um quadro de assistência integral à saúde. O mais grave nessa questão é a gravidez precoce. No Brasil, de cada 5 partos, 1 é de uma mãe adolescente.
Estreia: 19/12

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here