Início Notícias Nikon fecha as portas no Brasil e Proteste auxilia consumidores sobre o...

Nikon fecha as portas no Brasil e Proteste auxilia consumidores sobre o encerramento das atividades da marca

Apesar da mudança, consumidor deve ter respaldo técnico e cumprimento da garantia, afirma associação

159
0

Após o anúncio do encerramento das atividades no Brasil, a Nikon, uma das maiores fabricantes de câmeras e lentes do mundo, deixou milhares de consumidores preocupados com a assistência técnica e garantia de produtos comprados no país.
Por isso, a fim de orientar aqueles que ainda possuem equipamentos como câmeras, lentes e acessórios Nikon, a PROTESTE, associação de consumidores, explica como proceder nestes casos.
Para quem possui produtos fotográficos ainda no prazo da garantia, a empresa afirmou em nota que estes terão seus reparos “honrados pelo Grupo Nikon”. As solicitações deverão ser feitas através de um formulário online, oferecido no site Nikon do Brasil cujo domínio continuará ativo. No entanto, quem possui algum item, seja câmera, lentes, etc, fora da garantia terão serviços de assistência técnica assumidos diretamente pela marca nos Estados Unidos.

A PROTESTE lembra que em caso de envio de produtos para reparo nos locais disponibilizados pela rede, nem mesmo o envio ou frete pode ser cobrado do consumidor, se o produto estiver no prazo de garantia. Outro ponto importante, é que uma vez que a empresa decidiu deixar o país por uma decisão estratégica, não deixa de se submeter às regras brasileiras quanto a garantia prevista em lei, cumprindo o prazo de 30 dias para o conserto, independentemente de ter que enviar o produto a outro país onde há assistência técnica.
Caso o consumidor tenha dificuldades com o cumprimento da garantia pela marca Nikon, pode procurar um órgão de defesa do consumidor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here