Início Notícias Editora Abril encerra revistas e demite jornalistas

Editora Abril encerra revistas e demite jornalistas

Em 2017, prejuízo foi de R$ 331,6 milhões

394
0

A editora Abril publicou nota nesta segunda-feira (6), o fechamento das revistas Arquitetura e Construção, Boa Forma, Casa Claudia, Cosmopolitan, Mundo Estranho, Bebe.com, Elle e Minha Casa e a demissão de jornalistas. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP).

O SJSP (Sindicato dos Jornalistas de São Paulo) divulgou nota de repúdio à nova leva de demissões em massa da editora “sem qualquer diálogo”“A necessidade de ‘ajustes’ propagada pelos novos diretores da Abril não justifica gerar desemprego, demitindo centenas de profissionais e comprometendo a qualidade do jornalismo em nome da lucratividade”, diz a manifestação.

Em nota, a editora Abril informou que “está reformulando o portfólio de marcas da editora com o objetivo de garantir sua saúde operacional em um ambiente de profundas transformações tecnológicas, cujo impacto vem sendo sentido por todo o setor de mídia”.

 De acordo com o comunicado, “o processo tornou-se obrigatório dentro das circunstâncias impostas por uma economia e um mercado substancialmente menores do que os que trouxeram a Abril até aqui”.

Com isso, “a empresa passará a concentrar seus recursos humanos e técnicos em suas marcas líderes: Veja, Veja São Paulo, Exame, Quatro Rodas, Claudia, Saúde, Superinteressante, Viagem e Turismo, Você S/A, Você RH, Guia do Estudante, Capricho, MDE Mulher, VIP e Placar. Marcas que somam audiência qualificada de 125 milhões de visitantes únicos por mês e 5,2 milhões de circulação nas versões impressa e digital por mês, além de centenas de eventos.”

Ao final da nota, a empresa agradeceu os profissionais. “Aos profissionais que atuaram nos títulos que estão sendo descontinuados, nosso agradecimento pela dedicação e pelo profissionalismo.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here