Início Notícias Digital Influenciadores digitais e Itaú abordam questões de diversidade e liderança jovem na...

Influenciadores digitais e Itaú abordam questões de diversidade e liderança jovem na publicidade

77
0
Divulgação/Hugo

Na última sexta-feira, 27, a sede da Mynd8 em São Paulo, reunião um timaço de influencers em um bate-papo inédito com a área de comunicação e marketing do Itaú com o objetivo de promover um debate sobre a relação “influenciadores, marca e conteúdo relevante” e como construir campanhas e ações que gerem resultados eficientes e impacto nos consumidores.

Com uma geração cada vez mais atenta e informada, qual o papel do influenciador ao se unir a uma marca? De que maneira uma marca pode atingir resultados eficientes ao lançar uma campanha? Essas foram algumas das questões levantadas na mesa redonda mediada por Samantha Almeida, diretora de planejamento e talentos da Mynd8, e respondidas pelos donos da bola quando o assunto é influenciar e engajar.

Juntos, Luísa Sonza, MC Soffia, Mariana Mello, Lettícia Munniz, Gleici Damasceno, Mateus Carrillho e Rafael Uccman somam quase 30milhões de seguidores em suas plataformas digitais e foram categóricos no debate ao dizerem que as marcas precisam integrá-los em suas campanhas e não somente usá-los como porta-vozes de suas mensagens. “Somos muito mais que um rosto ou um replicador de publicidade. O orgânico, a verdade, precisa ser trazida para a publicidade ou os consumidores percebem.”, enfatizou a atriz e influencer Lettícia Munniz.

“Eu quero representar pessoas, inspirá-las a continuarem em frente em busca de seus sonhos. Quando falam: – eu quero te ver na TV, elas querem se ver’’, revelou Gleici Damasceno, ganhadora da última edição do BBB e ativista social.

Para Samantha, trazê-los para cocriar projetos aprendendo com esse novo mindset jovem que já nasce digital, é fundamental para que uma campanha se comunique em profundidade com os consumidores. Conversar “com” e não “sobre” influenciadores é um pilar fundamental no DNA da empresa usado para criar relacionamento duradouro e eficaz entre artista/influenciador e marca. “Essa nova geração não é formadora de opinião, é dona de opiniões valiosas e opinião construída com vivência – e não apenas observação, nos dias de hoje, é poder’’, finaliza a diretora.

Esse é o primeiro encontro do tipo promovido com as presenças de uma empresa e artistas, temas como diversidade, empoderamento feminino, geração Z, inclusão e acesso foram debatidos de forma produtiva e a ideia é que haja um cronograma mensal com mesas redondas que promovam o debate livre.

“Um dia incrível, inspirador. Saio motivada e inspirada para provocar a transformação nas pessoas.’’, comenta Juliana Cury, superintendente de marketing do Itaú.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here