Início Artigos Gabriel Rossi As cinco maiores tendências do marketing para 2015

As cinco maiores tendências do marketing para 2015

Apresento a adoção de estratégias corretas para driblar a uma possível crise.

8
0

As tendências do mundo do marketing mudam de ano para ano. Em 2015, com a economia em uma fase conturbada, há algumas já definidas. Apresento a adoção de estratégias corretas para driblar a uma possível crise, seguindo premissas que resultarão em um ano melhor para marcas e empresas.

1. Mudança de humor do consumidor: a piora acentuada na economia faz com que haja profundas mudanças de consumo no Brasil. Consumidores, que também são cidadãos e atores políticos, tendem a ser mais críticos em relação à fibra moral das empresas quando o cenário é de recessão, crise e/ou falta de perspectiva. Por isso, é fundamental investir no bom atendimento, no cuidado nas redes sociais, que representam oportunidades maravilhosas para conversar, ouvir e reagir em tempo real.

2. Usar o passado como ferramenta no presente: as pessoas tornam-se nostálgicas em momentos difíceis. Nós, consumidores contemporâneos, tendemos a acreditar que dias do passado são dias melhores. As pessoas sentem carinho por lugares e objetos que evocam e remetem tempos mais saudosos e aprazíveis. Com isso, o storytelling terá uma participação importante e estratégica. Vários estudos demonstram que o ouvinte de uma história pode ser tudo, menos passivo.

3. Desgaste da Teoria do Posicionamento: não há mais espaço no marketing moderno para permanecer engessado. Consumidores querem ser levados para outros territórios, surpreendidos, e observar movimento e novidade. Isso leva a certo desgaste da Teoria de Posicionamento, propagada por Al Ries e Jack Trout. Não bastará ser apenas diferente e fincar uma bandeira por anos no mesmo lugar. É preciso continuar sendo diferente.

4. O crescimento da economia colaborativa: os consumidores podem agora comprar e trocar entre si, muitas vezes sem comprar diretamente das marcas. Por causa disso, alguns planos de negócio começam a ficar irrelevantes, fazendo com que as corporações precisem reavaliar suas estratégias, passando a alugar, emprestar ou até mesmo presentear consumidores com seus produtos e serviços. O novo consumidor não se preocupa mais em ser dono das coisas, mas ter acesso às coisas.

5. Internet das Coisas: sistema que está presente no nosso dia a dia. As empresas precisam estar atentas a esta mudança tão importante, pois ela deve alterar o comportamento das marcas. Isso começa a aparecer de maneira incisiva neste ano. embora a grande transformação leve mais tempo. As empresas começarão, aos poucos, a utilizar dispositivos inteligentes para coletar informações em tempo real sobre os clientes e, desta forma, serem capazes de elaborar campanhas publicitárias mais inteligentes.

O que você achou? Concorda? Pensou em outras tendências? Participe!

Artigo anteriorInovar ou empreender
Próximo artigoDesafio de como satisfazer consumidores hiperconectados
Gabriel Rossi
Palestrante profissional em marketing, estrategista especializado na construção e gerenciamento de marcas e reputação, e diretor-fundador da Gabriel Rossi Consultoria, com passagens por instituições como Syracuse/Aberje, Madia Marketing School, University of London e Bell School. Especialista convidado para lecionar no curso de extensão da Fundação Escola de Sociologia e Política (FESP) e na Pós Graduação de Marketing da USP. Referência de mercado, Gabriel é atualmente o profissional no país mais requisitado pela grande mídia (mainstream) para falar sobre marketing. Escreve e é citado extensivamente, sendo colunista de portais de destaque como Observador Político, possui diversos artigos e estudos publicados no Estadão, o Globo, Brasil Econômico, Correio Braziliense, JT, UOL, HSM e colabora com veículos como Bandnews TV, Folha de São Paulo, Revista Nova, Veja, Portal G1 , entre inúmeros outros. Rossi e sua equipe atuam tanto no campo político como no empresarial. Eles trabalham com empresas internacionais como Petrobrás, The Marketing Store e Tetra Pak, além de candidatos ao Senado Federal. Rossi participou de momentos históricos importantes, sendo comentarista especial da TV Estadão no primeiro e segundo turno das eleições 2010 e comentarista oficial durante a posse da presidente Dilma Rousseff para a rádio Eldorado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here