Início Artigos Marcos Hashimoto Paradoxo do intraempreendedor

Paradoxo do intraempreendedor

Ser empreendedor é bem diferente de ter perfil empreendedor.

10
0

Você é daquele tipo de pessoa que procura ser correto, disciplinado, eficaz, veste a camisa da empresa, é comprometido até o último fio de cabelo, vai além do seu cargo para resolver problemas e procura contribuir com o que de melhor você pode oferecer?

 

Você é daquele tipo de pessoa que se orgulha de obter resultados onde outros falharam, que recebe constantes elogios dos clientes e de outras áreas da empresa, se preocupa com os problemas da empresa, até mesmo aqueles que não dizem respeito ao seu cargo ou função?

 

Você é destes que apóia iniciativas de seus funcionários, protege os interesses da empresa e da equipe, procura se inteirar e se manter informado sobre o que acontece na organização, toma as dores de qualquer manifestação que atinja o nome da empresa e tem a coragem que questionar fatos, rotinas e processos que estejam ultrapassados e sem sentido?

 

Você é uma destas pessoas que procuram ser receptivos às mudanças, têm consciência que o mundo é incerto e dinâmico, estimula a diversidade de experiências, busca o auto-conhecimento contínuo, encara erros como parte de um processo de aprendizado, pensa constantemente no futuro e nas suas possibilidades de crescimento e desenvolvimento pessoal?

 

Você também faz parte do grupo dos que acreditam que a consciência e o comportamento ético valem mais no longo prazo do que resultados a qualquer custo, são determinados e perseverantes na consecução de uma idéia até sua concretização, mantém-se além de discussões maledicentes e fofocas e buscam fazer tudo com seriedade e excelência?

 

Apesar de tudo isso, você não consegue manter-se estável nos seus empregos? Vive passando de uma empresa para outra? Suas mudanças se caracterizam por demissões inesperadas e inexplicáveis? A cada demissão você revê sua carreira e procura em vão uma explicação para tais infortúnios? A cada novo emprego você promete a si mesmo melhorar, se empenhar mais e se mostrar mais comprometido e depois de algum tempo é demitido novamente?

 

Se você se identifica com este perfil, seja bem vindo ao clube dos funcionários empreendedores. Mais do que profissionais, são verdadeiros talentos com perfil empreendedor. São pessoas que possuem o poder de fazer a diferença em qualquer organização. Reúnem características raras entre os profissionais e por isso mesmo, são procurados e valorizados por todas as empresas.

 

????

Você não entendeu nada, né? É um paradoxo. Você é este paradoxo. É desejado pelas organizações, mas indesejado pelas pessoas. Sabe porquê?

 

Porque você propõe mudanças que mexem com a zona de conforto das pessoas;
Porque você provoca inveja quando traz soluções criativas que outros deveriam ou gostariam de ter pensado antes de você;
Porque você aparece e brilha mais do que seu chefe e por isso ele te vê como ameaça;
Porque na escassez de recursos, enquanto outros reclamam, você tira leite de pedra;
Porque quando um grupo é unânime sobre uma questão, é você quem levanta um questionamento pertinente que ninguém tinha pensado;

Porque você se arrisca quando todos querem se proteger.

 

O paradoxo existe porque, embora as empresas saibam que precisam de talentos que inovam, que tragam mudanças de paradigmas e que pensem estrategicamente, a grande maioria não está preparada para receber este tipo de profissional. Profundas mudanças culturais e estruturais são necessárias antes de pensar em receber e aproveitar estes talentos.  Qual é a saída? Não pense em mudar o seu jeito de ser. Não pense em se apagar e esconder suas características para ser aceito. Não caia na armadilha da mediocridade para garantir um emprego. Só não temos mais talentos empreendedores porque muitos que têm este potencial acabaram se sujeitando a jogar as regras de suas empresas para proteger seus empregos.

 

Sabendo que possui tais características, há uma tendência de pensar em abrir um negócio próprio. Trata-se de um caminho questionável se você nunca sonhou nesta perspectiva para sua vida. Ser empreendedor é bem diferente de ter perfil empreendedor. Nem todos têm disposição para lidar com burocracia, bancos, contador, exigências legais e outras dores de cabeça típicas, mas provavelmente você sabe disso porque em algum momento já pensou nesta possibilidade.

 

Se serve como alento, saiba que a mudança nas empresas já está em curso. Algumas já estão neste novo patamar, são poucas, mas você deve continuar procurando até encontrá-las. Quando isso acontecer, você verá que valeu a pena ser diferente, valeu a pena esperar e procurar, valeu a pena não se corromper, valeu o sacrifício de não se nivelar por baixo.

 

Assim, se você for demitido novamente apesar de ter feito tudo certo e colhido excelentes resultados e conquistas, não fique triste, saiba que aquele ainda não era o seu lugar. São poucas as empresas que efetivamente sabem valorizar estes profissionais e são poucos estes profissionais. Encontrar um ao outro é como encontrar a tampa da sua panela, o casamento perfeito. Seja perseverante, não perca o que você tem de mais valioso, e mais cedo ou mais tarde você encontrará o seu lugar.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here