Início Artigos Carlos Hilsdorf O Novo cérebro da GE

O Novo cérebro da GE

"Para a GE o mais importante é o seu futuro hoje, da mesma maneira que a Lâmpada era o futuro da empresa mais de cem anos atrás!"

11
0

O Novo cérebro da GE é um livro muito significativo para administradores, pois apresenta uma visão dos bastidores de uma das empresas mais admiradas do mundo, seus desafios de transformação, inovação e manutenção do sucesso frente aos novos desafios do século XXI. Paralelamente, o livro permite conhecer melhor o pensamento e as melhores práticas de gestão de Jeff Immelt, que sucede o aclamado Jack Welch (que por sua vez foi aluno e amigo de Peter Drucker) como CEO da empresa.  O livro, escrito com a colaboração de vários executivos da GE e com a colaboração direta do próprio Immelt, foi lançado originariamente nos Estados Unidos pela McGraw-Hill e chegou ao Brasil através da Editora Campus.

 

Fatos relevantes para entender o contexto da obra:

Jeff Immelt nasceu em 1956. Seu pai era funcionário aposentado da GE. Graduou-se em 1978, como bacharel em matemática aplicada, começou a trabalhar na Procter & Gamble e, paralelamente, fez seu MBA em Harvard. Começou a trabalhar na GE em 1982 e, trinta dias após sua entrada, realizou uma apresentação de Marketing frente ao então CEO Jack Welch, que ficou muito impressionado com sua competência, e passou a monitorar seu desempenho na companhia. Deste momento em diante sua carreira começa uma escalada passando por várias divisões da companhia. Já em 1987, seu nome figura entre os 150 talentos considerados para assumir posições de destaque no grupo. Em 1997 ele se torna presidente da então estagnada GE Medical Systems e consegue revitalizar as operações oferecendo serviços avançados para grandes clientes, estabelecendo novas parcerias e investindo em novas tecnologias (que resultaram em produtos como a máquina de mamografia digital, entre tantos outros).

 

Em 3 anos, Immelt conseguiu aumentar as vendas em 75% e promover o crescimento de um resultado de 3,9 bilhões de dólares para 7,2 bilhões de dólares!  Em 2000 Jack Welch o escolhe como novo CEO, frente a outros dois executivos veteranos, altamente cotados para o cargo.  Em setembro de 2001, Jack Welch se retira da GE e Jeff assume como CEO, pouco antes do ataque às Torres Gêmeas do World Trade Center, começando a enfrentar os desafios de suceder um mito moderno da administração e uma série de consequências e crises locais e mundiais.

 

Sua gestão desenvolve-se marcada por um profundo respeito ao capital humano e seu contínuo desenvolvimento. Seus projetos de treinamento incluem todos os executivos e colaboradores da GE em todos os níveis da organização, seus investimentos nestas atividades somam cerca de um bilhão de dólares por ano!  Seu plano de desenvolvimento para a GE é baseado em globalização, mudança, inovação, educação continuada, atendimento focado no cliente, tecnologia, excelência e desenvolvimento contínuo de novos líderes.

 

A GE está preparada para investir 3 trilhões de dólares em países em desenvolvimento!  Com foco na reformulação do modelo de negócios e estratégias de longo prazo da GE, Immelt prioriza a sustentabilidade, pesquisa, desenvolvimento e inovação para eco-products e aquisição de empresas que estivessem de acordo com estes critérios. Neste período, estimasse que a General Eletric tenha feito mais aquisições que qualquer outra empresa, baseado sempre em dois critérios fundamentais: empresas detentoras de produtos líderes de mercado e tivessem potencial para a quebra de paradigmas e inovação; e empresas que contribuíssem com o crescimento orgânico da companhia.  Já em 2008, a GE torna-se líder em 75 eco-products, o que alavanca sua ações na bolsa. Somente a Warren Buffett’s Berkshire Hathaway comprou 3 bilhões de dólares da companhia em ações preferenciais.

Valores e filosofia

Seguindo Welch (que na verdade recebeu esta influência de Drucker), Immelt tratou de pautar sua filosofia em alavancar os pontos fortes da organização ao mesmo tempo em que diminuía os pontos fracos!  Immelt investe 30% do seu tempo em questões de RH!  O Budget de 1 bilhão de dólares/ano em treinamento e desenvolvimento é considerado o maior do mundo e evidencia sua priorização do capital humano!  Immelt atua pessoalmente como coach de seus executivos, incentivando-os a fazer o mesmo para manterem sempre uma visão clara que transforme estratégias em resultados, superando as crises de execução, tão comuns em outras empresas.

 

No período referente aos seus primeiros seis anos na presidência, a receita da GE cresceu de 110 bilhões de dólares para 175 bilhões de dólares. No mesmo período, os lucros cresceram de 10 bilhões para 23 bilhões de dólares!  De olho no futuro, a GE possui uma nova estratégia de expansão global baseada escassez e necessidade. Percebendo que 50% do resultado da GE advém de países emergentes, e que o crescimento oriundo desse mercado foi o dobro do mercado interno, a GE pretende, ao invés de enfatizar a venda de produtos de consumo, fornecer infraestrutura energética para o crescimento destes países emergentes.

 

Seus estrategistas estimam que até 2015 estes países precisarão de 3 trilhões em investimentos de infraestrutura e Immelt acredita que a General Eletric está mais bem preparada que qualquer outra empresa no mundo para aproveitar esta fantástica oportunidade.  A seguinte citação de Immelt sinaliza bem sua visão de futuro para esta companhia fundada por Thomas Edison e sua lâmpada elétrica:

 

“Para a GE o mais importante é o seu futuro hoje, da mesma maneira que a Lâmpada era o futuro da empresa mais de cem anos atrás!”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here