Esqueci minha senha
Não sou cadastrado
Seja um Membro
 
 
 
publicidade
 
 
 
 
18/07/2009 - 22h11

Dezenove empresas líderes de mercado se uniram ao WWF

Johnson & Johnson, Nike, Lafarge, Tetra Pak, Nokia, HP, e Coca-Cola - se uniram ao WWF.
Agenda Sustentável

Agenda Sustentável

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA

 

Algumas das empresas mais bem conceituadas do mundo participaram da reunião dos líderes do G8 na Itália, neste mês de Julho, para discutir um acordo climático global, a ser fechado até o final de 2009, e definir metas ambiciosas para reduzir as emissões de carbono.

 

Dezenove empresas líderes de mercado - incluindo a Johnson & Johnson, Nike, Lafarge, Tetra Pak, Nokia, HP, e Coca-Cola - se uniram ao WWF, a maior organização de conservação do mundo para anunciar uma nova campanha para que os governos e os legisladores "Permitam o Início da Economia Limpa" (Let the Clean Economy Begin).

 

"Tradicionalmente, os governos definem metas ambientais para as empresas," comentou Oliver Rapf, presidente do WWF Climate Business Engagement. "Desta vez, muitas das empresas líderes mundiais já estão à frente nesta questão e estão exigindo que os governos apresentem um modelo criterioso para reduzir as emissões de CO2 em todo o mundo."

 

A campanha, que será divulgada em vários meios de comunicação, tem como objetivo convencer os formadores de opinião durante a Convenção sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas, a ‘UN Climate Summit', em Copenhagen em dezembro, a fecharem um acordo audacioso, justo e eficaz para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em todo o mundo. A reunião desta semana do G8 consiste em um passo importante neste caminho.

 

"O G8 se refere às economias e aos negócios de sucesso," disse o diretor geral internacional do WWF James Leape. "Os líderes do G8 precisam reconhecer que criar um futuro com baixa emissão de carbono é vital e essencial - para o planeta, para os negócios e para a economia global."

 

A campanha ‘Defensores do Clima', comentou James Leape, tem como foco a inovação e as soluções. "As empresas ‘Defensoras do Clima' fizeram seus negócios crescer enquanto reduziam suas emissões. Elas provaram que o crescimento e a baixa emissão de carbono são mais do que compatíveis - eles se complementam. A mensagem das empresas ‘Defensoras do Clima' para os políticos é: Nós conseguimos fazer isso - agora é a sua vez."

 

Alguns dos maiores líderes corporativos do mundo estão apoiando a campanha "Permitam o Início da Economia Limpa" por meio de declarações sobre suas próprias conquistas.

 

Dennis Jönsson, CEO da Tetra Pak disse: "Chame isso de limpo. Chame isso de verde. Ou simplesmente chame isso de trabalho." A Tetra Pak se comprometeu a reduzir em 20% suas emissões de CO2 até 2010.  As empresas ‘Defensoras do Clima' estão mostrando o caminho através de seus exemplos. Em 2010 elas já terão reduzido suas emissões de CO2 em 50 milhões de toneladas, em relação à última década, criando vantagem competitiva, aumentando o valor de suas ações e em muitos casos aumentando sua lucratividade.

 



 
Comentários
 
 


 
Não consegue ler? Gere um novo aqui

 
publicidade
 

 
MARKETING - 31/08 | 23h58
Veja todas as notícias
publicidade
 
 
 
 
 
 
 


www.joww.net | Johnatan Oliveira