Thales Brandão
Mestre em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal de Sergipe. Possui graduação em Administração com ênfase em Marketing pela Faculdad...
ver biografia completa
 
Acesse os últimos posts desse blog.
 
Visite outros blogs do CidadeMarketing
 
 
 
 
publicidade
 
 
 
10/11/2017- 23h54

Número de novos microempreendedores individuais é recorde no país, diz Serasa Experian

Entre os estados, em agosto/2017, São Paulo foi responsável por 28,5% dos novos empreendimentos, totalizando 59.259.
Thales Brandão

CidadeMarketing

Entre as 1.545.360 novas empresas instaladas no país entre janeiro e agosto de 2017, 78,5% (ou 1.213.229) eram microempreendimentos individuais (MEIs). Ambos os registros são os maiores já apurados pelo Indicador Serasa Experian de Nascimentos de Empresas para o período, além de 10,5% superior ao registrado entre janeiro e agosto do ano passado, quando 1.098.130 microempreendedores individuais surgiram, frente a um total de 1.379.988 novos negócios.
Em agosto/2017, quando surgiram 207.950 empresas, o número de novas MEIs bateu recorde, comparado com todos os meses de agosto desde 2010: foram 157.818 contra 145.070 nascimentos registrados em agosto/2016, alta de 8,8%. Desde agosto de 2010 até agosto de 2016 a representatividade dos MEIs foi crescente e impulsionou o aumento geral no número de empresas no país. Em agosto de 2017, porém, nota-se uma variação para baixo de 4,13% na participação dos MEIs no total de novos negócios, em relação a agosto/2016. "A tendência é que, com a retomada da economia e o surgimento de novas vagas no mercado formal, o número de nascimentos de MEIs sofra um decréscimo", diz o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Serasa, Victor Loyola.

Em agosto/2017, as Sociedades Limitadas registraram a criação de 17.337 unidades ou 8,3% do total de novos negócios; também surgiram 20.316 Empresas Individuais (9,8% do total). O nascimento de novas empresas de outras naturezas jurídicas representou 6,0% (12.479) de todos os novos empreendimentos nascidos em agosto.
Nascimentos de Empresas por Setor

No oitavo mês deste ano, o setor de serviços continuou liderando o ranking dos mais procurados por quem decidiu empreender: das 207.950 novas empresas surgidas em agosto/2017, 132.728 eram de serviços, o equivalente a 63,8% do total. Em seguida, 58.135 empresas comerciais (28,0% do total) e, no setor industrial, foram abertas 16.329 empresas (7,9% do total) no mês.

Observa-se nos últimos sete anos um crescimento constante na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país, passando de 52,7% (agosto de 2010) para 63,8% (agosto de 2017).
Por outro lado, a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado (de 36,2%, em agosto/2010, para 28,0% em agosto/2017). Já a participação das novas empresas industriais se mantém estável.


Nascimento de Empresas por Região e estado
O Sudeste segue liderando o ranking de nascimento de empresas, com 109.260 novos negócios abertos em agosto/2017 ou 52,5% do total. A Região Sul ocupou a segunda posição, com 17,3% (35.924 empresas). O Nordeste ficou em terceiro lugar, com participação de 16,6% e 34.481 novas empresas. O Centro-Oeste registrou a abertura de 18.782 empresas e foi responsável por 9,0% de participação no total de nascimentos, seguido pela Região Norte, com 9.503 novas empresas ou 4,6% do total de empreendimentos inaugurados.

A região Centro-Oeste foi a que registrou maior alta no número de nascimentos (19,3%) na comparação entre agosto/2016 e agosto/2017. A região Norte teve crescimento de 17,1% no período, seguida pela região Sudeste, que apresentou elevação de 15,7%. O Sul contabilizou a abertura de 14,3% a mais de novos empreendimentos na comparação entre agosto de 2016 e agosto de 2017 e, no Nordeste, o aumento representou 11,6%.


Ranking das variações acumuladas na comparação interanual entre agosto/2017 e agosto/2016, por Unidades da Federação.

Entre os estados, em agosto/2017, São Paulo foi responsável por 28,5% dos novos empreendimentos, totalizando 59.259. Em seguida, o estado com maior número de novas empresas foi o Rio de Janeiro, com 22.803 nascimentos, 11,0% do total. A terceira posição no ranking nacional de nascimentos em agosto/2017 ficou com Minas Gerais, com 22.211 novos empreendimentos, 10,7% do total.

Metodologia do estudo sobre Nascimento de Empresas

Para o levantamento do Nascimento de Empresas foi considerada a quantidade mensal de novas empresas registradas nas juntas comerciais de todas as Unidades Federativas do Brasil bem como a apuração mensal dos CNPJs consultados pela primeira vez à base de dados da Serasa Experian.

 

 

 


 ANÚNCIO

 

 



Confira o RSS deste Blog
Envie
Comentários
 
HISTÓRICO
2009: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2010: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2011: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2012: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2013: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2014: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2015: Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
publicidade
 
 
publicidade
 
 
 
 
 
 


www.joww.net | Johnatan Oliveira